A+ A- Alto Contraste Libras
Faça sua busca pelo site
Notícias
24 de julho de 2018 as 11:03 / Geral

SAÚDE | SMS esclarece alguns Mitos e Verdades sobre novo surto de Sarampo na região norte do país.

Desde o início do ano foram notificados vários casos de Sarampo no Brasil, especialmente nas regiões de Amazonas e Roraima. Mas o que é afinal o sarampo? Já não estava eliminado? E quem corre riscos? A vacinação é suficiente?

Frente à crescente dimensão do problema, causando preocupação junto das famílias, a Secretaria Municipal de Saúde dá algumas orientações a fim de tranquilizar a comunidade e esclarecer em quais casos há ou não riscos e quais pessoas devem ser imunizadas.

 

O que é Sarampo?

É uma infecção viral contagiosa, cujo sintomas podem ser febre (igual ou superior a 38.º C), conjuntivite, congestão, corrimento nasal e tosse. Também logo nos primeiros dias podem surgir as manchas de Koplik que são pequenos pontos brancos na mucosa oral (na parte de dentro da boca junto aos molares). Entre o terceiro e o sétimo dia é habitual aparecerem as manchas na pele de cor avermelhada (exantema maculopapular). Em alguns casos, pode tornar-se grave ou mesmo fatal. Contudo, é uma doença com possibilidade de eliminação, uma vez que a transmissão é exclusivamente entre pessoas e há uma vacina muito eficaz, disponível gratuitamente.

A Vacina?

A vacinação é a principal medida de prevenção contra o Sarampo. A VASPR (contra o sarampo, papeira e rubéola) popularmente conhecida como tríplice viral, faz parte do Programa Nacional de Vacinação e é gratuita. A primeira dose é administrada aos 12 meses de idade e a segunda entre os cinco e os seis anos (que vem reforçar a primeira dose).

A Secretária de Saúde, Marileisa Valandro, destaca que não há motivo para as pessoas entrarem em pânico com boatos de epidemia ou novos casos da doença. Marileisa reforça que quem já foi vacinado na infância não precisam efetuar uma nova, até mesmo adultos que já foram vacinados ou que tiveram a doença e receberam a vacina não precisam tomar nova dose. O risco maior está em crianças de 01 a 04 anos, principalmente com quadro de desnutrição, e que nunca foram vacinadas. Pelo Programa Nacional de Imunizações, os adultos até os 29 anos de idade deverão receber duas doses com a vacina tríplice viral. Pessoas de 30 a 49 anos de idade devem receber uma dose. o Ministério da Saúde está intensificando a vacinação das crianças, público mais suscetível à doença. Entretanto, adultos não vacinados devem receber a vacina prioritariamente em locais onde há surto da doença, como em Roraima e Manaus (AM). Pessoas que já completaram o esquema, conforme preconizado para sua faixa etária, não precisam novamente receber a vacina.

 

Faixa de risco – Crianças:

  • 12 meses a menores de 5 anos de idade:  uma dose aos 12 meses (tríplice viral) e outra aos 15 meses de idade (tetra viral).
  • 05 anos a 09 anos de idade que perderam a oportunidade de serem vacinadas anteriormente:duas doses da vacina tríplice com intervalo de 30 dias entre as doses.

 

Sendo assim, a Secretaria Municipal de Saúde de Espumoso salienta que a melhor forma de evitar surtos de doenças imunopreveníveis, como o Sarampo, é manter a população protegida através da vacinação. Por isso, disponibilizamos gratuitamente a vacina Tríplice Viral para quem ainda não tenha recebido a vacina e para crianças dentro da faixa de risco.

 

 

Atendimento ou informações procure uma Unidade Básica de Saúde correspondente ao seu bairro ou localidade.

Cidade: Segunda a sexta, das 08h às 11h30min e das 13h30min às 17h.

Interior: Segunda a quinta, das 08h às 11h30min e das 12h30min às 15h. Nas sextas-feiras das 8h às 11h30min.

 

Leve sempre junto sua caderneta de vacinação e o seu cartão SUS.


Notícias Semelhantes
Espumoso/RS
Praça Arthur Ritter de Medeiros, S/N - CEP: 99400-000
Telefone: (54) 3383.4450
E-mail: contato@espumoso.rs.gov.br
Expediente:
8:00 às 11:30 e 13:30 às 16:00