A+ A- Alto Contraste Libras
Faça sua busca pelo site
Notícias
07 de abril de 2022 as 15:07 / Administração, Geral, Saúde

Prefeito Fontana cogita intervir no Hospital São Sebastião para melhorar o atendimento ao público

As recentes e grandes reclamações da população espumosense em relação ao mau atendimento no Hospital Notre Dame São Sebastião via rede social e expostas a vários canais da Prefeitura, levaram o prefeito Douglas Fontana a chamar o administrador da Instituição para uma audiência. O Hospital que havia elevado muito seu conceito em Saúde Regional nas últimas décadas tem sido alvo de muitas críticas pelo atendimento e por retroagir a projetos de crescimento, como o caso do pronto-socorro.

O Município de Espumoso repassa mensalmente até R$ 200 mil para manter um plantão e nos últimos tempos o aumento das reclamações fez com que o prefeito Fontana chamasse a administração do Hospital para serem sanados problemas, caso contrário outra atitude será tomada. O prefeito cogita intervir na casa de saúde a continuarem as reclamações.

Investimentos e negativas

Depois de estar ameaçado de fechar as portas no início dos anos 2000, o Hospital passou a contar com o apoio irrestrito do Poder Público Municipal de Espumoso, na administração do prefeito José Parizzotto. Assim, ao longo dos anos, muitas conquistas foram possíveis. O atual governo municipal, além de hoje aplicar até R$ 200 mil mensais (já somando R$ 7 milhões em cinco anos), em parceria com o Deputado Giovani Cherini, via emendas parlamentares da União, o foram repassados outros R$ 4 milhões ao Hospital, recursos para obras, melhorias e atividades, além de R$ 1 milhão para a primeira etapa do Pronto-Socorro e ainda auxílio de outro parlamentares.

Contudo, mesmo recebendo o recurso inicial, o Hospital declinou ao projeto do Pronto-Socorro, tema que envolveu a comunidade local e regional por muito tempo e que seria um avanço significativo para o setor da Saúde.

Nem as UTI’s

Outro assunto que chamou atenção nos últimos meses foi em relação às UTI’s instaladas para atendimento na pandemia da Covid. Durante a crise da Covid o Município buscou ampliar os leitos iniciais, o que o Hospital declinou, assim como o hospital posteriormente não quis nem com ajuda do Município manter as UTI’s na casa como forma de ampliar a estrutura e atendimentos.

“Investimos R$ 7 milhões nos últimos cinco anos no Hospital, estamos fazendo nossa parte para que as coisas andem bem, precisamos que a Instituição faça sua parte”, disse o prefeito Fontana.

Projeto do Pronto-Socorro aprovado

A planta do Pronto-Socorro já teve sua aprovação pela Vigilância Sanitária e aprovado pelo Corede Alto da Serra do Botucaraí. Inclusive os municípios articularam investimentos via governos estadual e federal na ordem de mais de R$ 10 milhões para equipamentos do Pronto-Socorro, sendo para lavanderia, laboratório de análises clínicas e exames de imagens. Inclusive um aparelho de desintometria óssea, adquirido a partir de parceria da comunidade regional para o projeto do Pronto-Socorro, está encaixotado há mais de dois anos na Instituição.

“Queremos que o Hospital retome os projetos, são importantes para toda região. Não podemos retroceder, o Poder Público está empenhado a contribuir, a população merece uma estrutura à altura da necessidade, quer seja com profissionais, atendimentos ou equipamentos”, resumiu o prefeito Fontana.

 

Poucos médicos locais

O prefeito também relata com tristeza as poucas parcerias que existem com os médicos de Espumoso, onde na visão de Fontana o hospital mostra com fatos e ações que não tem interesse em trabalhar com os médicos locais, Douglas frisa a ótima classe médica do município.

 

Lavanderia fechada

Outra questão preocupante é a da lavanderia do hospital que gerava muitos empregos, onde equipamentos de ponta foram adquiridos com recursos públicos e hoje a lavanderia está fechada, conforme imagens abaixo:

 

 


Notícias Semelhantes
Espumoso/RS
Praça Arthur Ritter de Medeiros, S/N - CEP: 99400-000
Telefone: (54) 3383.4450
E-mail: contato@espumoso.rs.gov.br
Expediente:
8:00 às 11:30 e 13:30 às 16:00